Semana do otimista: mesmo nos dias ruins, dê espaço à positividade

positividade
Vida profissional | 15 de setembro de 2015 |

Durante os dias ruins, não dá para ceder espaço ao pessimismo. É difícil manter o otimismo quando o barco está prestes a encalhar – quando não afunda, com o perdão do trocadilho marítimo -, mas a ciência diz: manter a positividade afasta muitas doenças, como as que afetam o coração e a vista.

E essa é a fórmula que Bartira Pontes, diretora comercial e mãe solteira, aplica em sua gestão profissional e pessoal. Seu mantra é, basicamente, manter o otimismo e crer que todas as coisas estão evoluindo para um caminho bom e positivo. Segundo ela, é preciso se apegar a um clichê: “olhar para as dificuldades como uma oportunidade de melhoria”.

“Parto do princípio que as coisas não são perfeitas, e que é a prática que faz com que elas melhorem. Se você erra, mas está consciente do que pode melhorar, aí está o caminho de evolução”, resume.

Se você não é otimista por natureza, tudo bem. Segundo ela, embora seja uma característica inerente, que “vem com você”, é possível aprender a ser otimista. “Você aprende quando entende que, independente de sua postura negativa ou positiva, o diferencial do otimismo é trazer um pouco de conforto, alegria e esperança”, indica.

E não há limites para o otimismo. Nem uma situação negativa profissionalmente é desculpa para deixar entrar o pessimismo. “Trabalho em uma empresa em consolidação e estamos em momento de revisão, de aumento de produtividade e de crise do mercado. Se eu não for otimista, certas rotinas se tornam imponderáveis. Sem positividade, eu não encontraria resultado ou motivação”.

Àqueles que tentam identificar o otimismo em suas atitudes, ela ensina que a postura é inconsciente. São os outros que te mostram que você é otimista”, diz. No entanto, é possível notar certas características que, em geral, denotam pessoas positivas. Alegria e bom humor são características de pessoas otimistas, porque são ferramentas para você superar dificuldades”.

E como lidar com pessoas pessimistas? “Procuro lidar com um contraponto de realidade. Então, quando a pessoa é pessimista, tento filtrar de modo que ela busque a realidade – ambiente do qual o otimista pode até sair um pouco”. Ela se qualifica neste tipo: a otimista irrealista. “Sou uma otimista fora da média. Minhas amigas comentam que as coisas estão dando errado e eu sempre acho que vai rolar, que vai dar certo. Sempre tem um jeito, sempre tem uma saída”, finaliza.

Continuar Lendo

Recomendados para você

Comentários

Newsletter
Carregando...