Os desafios de quem é mulher e empreendedora

working-1219889_1280
Empreendedorismo, Vida profissional | 10 de novembro de 2016 |

Empreender já é um grande desafio. Tirar sua ideia do papel, montar uma estratégia de vendas, escolher uma equipe, planejar os gastos… São desafios diários e que demandam calma e expertise. No entanto, infelizmente, as mulheres que pretendem empreender, irão passar por todos estes desafios e mais alguns extras simplesmente por serem mulheres.

O mundo empresarial ainda é dominado grande parte por homens, e as mulheres ainda sofrem muito preconceito na área. Conversamos com Ana Fontes, empreendedora e fundadora da Rede Mulher Empreendedora, para entender o cenário da mulher que quer empreender, e com a empreendedora Lúcia Rosas, que conta quais foram os desafios enfrentados por ela durante a jornada.

“As mulheres possuem ainda mais desafios para empreender por questões históricas e culturais. Nós sempre fomos “classificadas” como sendo as responsáveis por cuidar das outras pessoas, dos filhos, do marido, da casa.  Ainda somos pouco vistas nos ambientes de poder, no ambiente empresarial, por exemplo, e, por conta disto, ainda somos julgadas”, opina Ana.

A empreendedora Lúcia concorda com a Ana e afirma que os principais desafios foram relacionados à sua vida pessoal e ao preconceito dos homens no ambiente empreendedor. “Eu senti dificuldades em dois pontos específicos: desvencilhar a minha vida pessoal da profissional e o claro preconceito dos homens comigo. As pessoas achavam que eu não conseguiria conciliar as minhas tarefas de ser mãe, cuidar da casa e ainda empreender. O problema é que essas tarefas não são somente minhas, mas as pessoas ainda não entendem isso. Além disso, fui bastante discriminada pelos homens. Era como se sentisse que precisava provar que eu era capaz para eles, que eu não podia errar”, relembra.

Mesmo com tantos desafios, o cenário é promissor. De acordo com Ana Fontes, as mulheres já estão empreendendo mais e, em alguns estados, já são maioria no ramo de PMEs. Além disso, Ana acredita que para superar estes desafios é preciso desmistificar este estereótipo de mulher maravilha que precisa dar conta de todas as tarefas. O importante é ter o apoio das pessoas envolvidas na rotina familiar e profissional.

“O desafio agora é dar condições para que estas empreendedoras consigam capacitação em gestão, acesso a crédito e apoio familiar para liderar seu negócio”, finaliza.

Conheça a iniciativa da Rede Mulher Empreendedora. 

Continuar Lendo

Recomendados para você

Comentários

Newsletter
Carregando...